AO VIVO Últimas Notícias
31/10/2022 19h35 | Atualizado em 31/10/2022 20h57

Manifestações de caminhoeiros seguem em três rodovias baianas; veja vídeos

A maior interdição acontece na cidade de Luís Eduardo Magalhães; em Feira de Santana, dois atos dificultam o trânsito

Manifestações de caminhoeiros seguem em três rodovias baianas; veja vídeos Foto: Alex Coelho/Aratu
Beatriz Bulhões

A manifestação iniciada por alguns grupos de caminheiros seguem em três rodovias baianas, segundo o informe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite desta segunda-feira  (31/10). A organização acompanha os atos.

No oeste do Estado, em Luís Eduardo Magalhães, ocorre uma interdição parcial, em ambos os sentidos da BR 20, km 205. No balanço das 13h, os agentes disseram que aproximadamente 100 pessoas aderiram à parada. A queima de pneus resultou em congestionamento de aproximadamente 3 km para cada sentido da via.

Na divisa entre a Bahia e o estado de Goiás, a Polícia Militar acompanha um ato na cidade de Correntina. No km 0 da BR 20 ocorre a interdição total de pista por conta de um grupo de 80 pessoas, n contagem de 17h40.

Já em Feira de Santana, a 110 km de Salvador, a manifestação contava com 20 pessoas por volt de 17h40. A interdição é na BR 116, km 422.

Leitores do Aratu On informam que há outra manifestação, na estrada que liga Feira a Serrinha, conhecida como Avenida Transnordestina. Os mnifestantes seguram bandeiras do Brsil e dizem que não aceitam o resultado das eleições. Eles acusam, sem provas, fraudes eleitorais, uma suposta proteção do Supremo Tribunal Federal (STF) ao PT e o que chamam de censura a meios de comunicação e redes sociais.

Em nota, a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), entidade nacional que congrega as empresas de transporte rodoviário de cargas, afirmou que não apoia o movimento de caminhoneiros autônomos. "Sendo entidade de representação empresarial manifesta-se veementemente contra movimento grevista, de natureza política, que fere o direito de ir e vir de todos os cidadãos, criando obstáculos à circulação de veículos que prestam serviços essenciais ao abastecimento da população, em especial de gêneros de primeira necessidade, como medicamentos e alimentos", defende.
 
LEIA MAIS: VÍDEO: Dois morrem em ação da PM em Ilhéus durante Eleições e população fez protesto

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Fonte: Da redação