AO VIVO Últimas Notícias
30/11/2022 11h20 | Atualizado em 30/11/2022 11h21

“Minha obrigação”, diz homem que salvou menina de ser arrastada por enxurrada na Bahia

O autor do resgate, Carlos Daniel da Silva, não titubeou em arriscar a própria vida para não deixar a adolescente ser levada pela água.

Foto: reprodução/vídeo
Dinaldo Santos

Por conta das fortes chuvas que têm caído nesses últimos dias na Bahia, uma adolescente de 12 anos por pouco não foi vítima de uma tragédia, na segunda-feira (28/11), no município de Paulo Afonso, a 471 km de Salvador.

A menina foi arrastada por uma correnteza, ao tentar atravessar uma rua da cidade, buscando abrigo em um ponto de ônibus. Se não fosse a coragem e atitude de outro jovem, ela poderia ter caído em um bueiro que estava aberto na via.

O autor do resgate, Carlos Daniel da Silva, não titubeou em arriscar a própria vida para não deixar a adolescente ser levada pela água. Populares que presenciaram a ocorrência entraram em desespero. Uma das pessoas registrou o momento, através de um vídeo.

Depois do susto e em local seguro, Daniel concedeu entrevista para o repórter local, Tiago Santos, e contou como tudo aconteceu. Ele lembra que ela caiu em um buraco e, depois, sofreu uma nova queda. "Na hora que eu vi ela cair, pela segunda vez, eu vi e fui ajudar, porque era a minha obrigação!"

ASSISTA

Nos últimos dias, Paulo Afonso, segundo a Prefeitura, foi surpreendido com fortes chuvas que causaram diversos transtornos, especialmente na noite de segunda-feira (28/11). Em uma hora de chuva, foi registrado o volume de 70 milímetros de água.

A situação provocou o transbordamento de vários canais e as vias públicas ficaram cobertas de lama, que se deslocaram com a enxurrada. Na manhã de terça (29/11), equipes das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente estiveram em diversas localidades realizando a limpeza das galerias e canais obstruídos pelo lixo e retirando os entulhos das ruas.

Em diversas regiões do estado, o tempo chuvoso e os ventos fortes estão causando vários transtornos à população.

Ao todo, desde a última semana, cinco cidades decretaram situação de emergência: Prado, Baixa Grande, Itabuna, Santa Cruz Cabrália e Wenceslau Guimarães. Cerca de 230 pessoas se encontram desabrigadas e mais de 3.500 desalojadas, segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec).

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!