AO VIVO Últimas Notícias
07/03/2022 10h42 | Atualizado em 07/03/2022 11h34

BBB da vida real: dono de pousada fez mais de 2 mil vídeos e fotos com sexo e nudez por meio de câmera escondida em cabana

Durante pelo menos um ano, ele obteve mais de 2 mil vídeos e fotos de hóspedes nus e fazendo sexo numa das cabanas da sua pousada. 

BBB da vida real: dono de pousada fez mais de 2 mil vídeos e fotos com sexo e nudez por meio de câmera escondida em cabana Foto: Divulgação/Kendall County Sheriff's Office
Da Redação

O nome da cidade poderia indicar uma opção de tranquilidade para se hospedar: Comfort (conforto), no Texas, nos Estados Unidos. De acordo com o Extra, porém, o dono de uma pousada resolveu filmar o que acontecia dentro dos quartos de seu estabelecimento e acabou descoberto. O caso gerou repercussão em todo o mundo. 

O empresário fazia questão de dizer que os seus hóspedes podiam se sentir bastante confortáveis nas suas cabanas, reservadas pelo Airbnb e pelo Vrbo, gigantes do aluguel para temporadas.

A. Jay Allee, de 54 anos, sugeria até que os hóspedes assistissem ao pôr do sol de pijama, camisola ou mesmo nus no local, considerado ideal para um retiro, longe da agitação das cidades grandes.

Foi exatamente a estranha sugestão que deixou um casal com uma pulga atrás da orelha. Enquanto a esposa tomava banho, o marido percebeu o carregador do roteador virado estranhamente para a cama. Ao investigar mais de perto, o hóspede descobriu que a única função do dispositivo era bisbilhotar. Ele abrigava uma câmera escondida.

A produção criminosa de A. Jay foi assim: durante pelo menos um ano, ele obteve mais de 2 mil vídeos e fotos de hóspedes nus e fazendo sexo numa das cabanas da sua pousada. 

A câmera escondida estava conectada a laptops, telefones e um tablet que obtinham em tempo real os registros da intimidade dos hóspedes, de acordo com reportagem do "San Antonio Express-News". "Parece um filme assustador da vida real", disse Bianca Zuniga-Goldwater, advogada que representa 17 pessoas que se hospedaram na cabana.

A. Jay foi preso em novembro. Porém, recentemente, o caso ganhou mais volume quando novas denúncias surgiram. A Justiça está realizando audiências do caso antes de submeter o dono da pousada a júri popular.

Investigadores ainda tentam descobrir se o material capturado na cabana abastecia o mercado clandestino de erotismo amador. A propriedade foi banida de qualquer empresa de alguel por temporada.

LEIA MAIS: Governo baiano diz que mantém congelamento do ICMS, mas política de dolarização da Petrobras aumenta preço de combustíveis

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003

Fonte: Da redação