AO VIVO Últimas Notícias
08/05/2019 10h17 | Atualizado em 08/05/2019 13h28

Em decreto, Bolsonaro dá direito a porte de arma a políticos, advogados e jornalistas

Em decreto, Bolsonaro dá direito a porte de arma a políticos, advogados e jornalistas

Em decreto, Bolsonaro dá direito a porte de arma a políticos, advogados e jornalistas Foto: Divulgação
Da Redação

O decreto assinado na terça-feira (7/5) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e publicado nesta quarta (8) no Diário Oficial da União, amplia de forma substancial a quantidade de categorias e pessoas que têm direito a porte de armas no Brasil.

Entre as novidades estão o direito a porte de políticos, advogados que atuam na poder público (como procuradores e defensores), motoristas de veículos de carga, proprietários rurais, jornalistas, conselheiros tutelares, agente socioedutativos, entre outros.

Essa ampliação não havia sido informada ontem pelo governo durante a cerimônia de assinatura do decreto.

Até então, o governo tinha anunciado mudanças na posse de arma no começo do ano. No caso do porte, as mudanças divulgadas ontem pelo governo focavam os chamados de CACs (colecionadores, atiradores esportivos e caçadores). Também trazia o acesso ao porte a militares praças das Forças Armadas.

O porte de arma dá direito a pessoas andarem armadas nas ruas, diferente da posse, que apenas permite ter uma arma em propriedade privada (residencial, rural ou comercial).

LEIA MAIS: Deborah Secco faz doação de casa para família no sertão da Bahia; conheça a história

Fonte: Da redação, com informações do Uol