AO VIVO Últimas Notícias
27/08/2018 10h56 | Atualizado em 27/08/2018 13h57

Mãe esquarteja, queima e enterra filho recém-nascido em Itabuna; polícia investiga crime

Mãe esquarteja, queima e enterra filho recém-nascido em Itabuna; polícia investiga crime

Mãe esquarteja, queima e enterra filho recém-nascido em Itabuna; polícia investiga crime Foto: leitor/Aratu Online
Da Redação

Um crime bárbaro chocou a população de Itabuna, na tarde deste último sábado (25/8). A vítima, um bebê recém-nascido de apenas um mês, foi esquartejado, queimado e enterrado pela própria mãe, em um matagal na Volta da Cobra, na zona rural do município, a 439 quilômetros de Salvador.

Interrogada pela Polícia Civil, Rosemare de Oliveira, 39 anos, alegou que o bebê havia demonstrado sintomas de doença e teria sido levado para o hospital. Porém, no caminho, a criança teria morrido. Desesperada e com medo da rejeição da família, a acusada teria levado o bebê – já sem vida – para uma mata isolada.

No local, teria esquartejado, ateado fogo e enterrado o corpo debaixo de um pé de jaca. O intuito era fazer desaparecer qualquer tipo de prova. Após o crime, Rosemere teria ligado para um irmão informando ocorrido. Ele, por sua vez, notificou a polícia.

Ao ser presa, confessou todo o crime, mas afirmou que o bebê já estava morto. Num vídeo que circula na internet, Rosemare demonstra tristeza e arrependimento: ?ele estava gelado, estava morto, eu tinha certeza que ele estava morto. Aí eu queimei meu filho?, disse aos prantos.

Procurado pela reportagem do Aratu Online, a titular do Núcleo de Homicídios de Itabuna, Magda Sueli, não foi encontrada para comentar sobre o caso. A polícia investiga se a acusada sofre de depressão pós-parto.

LEIA MAIS: Presa mulher suspeita de furtar joias e utensílios domésticos da tia

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no  facebook.com/aratuonline

Fonte: Da redação