AO VIVO Últimas Notícias
26/11/2021 11h03 | Atualizado em 26/11/2021 12h10

Deputados analisam instalação de CPI na Assembleia da Bahia para investigar Ednaldo e FBF; “o povo baiano merece resposta”

Régis externou há duas semanas o desejo de formar uma comissão parlamentar de inquérito para apurar atuação da instituição e da gestão de Ednaldo, que ficou à frente da entidade por 18 anos

Deputados analisam instalação de CPI na Assembleia da Bahia para investigar Ednaldo e FBF; Foto: Carlos Santana / divulgação FBF
Matheus Caldas

O setor jurídico da liderança da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) segue analisando a possibilidade de propor a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Federação Bahiana de Futebol (FBF) e o ex-presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, atual presidente em exercício da Confederação Brasileira da modalidade (CBF).

A informação foi confirmada ao Aratu On na manhã desta sexta-feira (26/11) pelo líder da bancada oposicionista na Casa, deputado estadual Sandro Régis (DEM). “O jurídico está estudando o assunto”, resumiu.

Régis externou há duas semanas o desejo de formar uma comissão parlamentar de inquérito para apurar atuação da instituição e da gestão de Ednaldo, que ficou à frente da entidade por 18 anos – entre 2001 e 2019, quando foi substituído por Ricardo Lima, atual presidente.

Segundo divulgação realizada pela assessoria de imprensa do deputado, o objetivo é responder as seguintes perguntas: 

•    Por que o futebol baiano mantém a mesma estrutura de poder há mais de 20 anos? 
•    Como é o processo eleitoral para a presidência da FBF? 
•    Qual é a influência atual de Ednaldo Rodrigues na FBF? 

"Também vamos procurar saber como a FBF trabalha para proteger os clubes baianos de prejuízos com a arbitragem brasileira. Queremos transparência acima de tudo. O povo baiano, tão apaixonado por futebol, merece respeito e precisa de respostas", disse o parlamentar, em nota enviada à imprensa.

A afirmação foi motivada pelos erros da arbitragem no jogo em que o Bahia foi derrotado por 3 a 0 para o Flamengo, no Maracanã, no dia 11 deste mês, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A repercussão acelerou a demissão de Leonardo Gaciba do comando da Comissão de Arbitragem da CBF, consumada e divulgada no dia seguinte ao jogo. O vice Alício Pena Júnior ficará no cargo até o fim da Série A.

Procurada pela reportagem, a FBF não quis se manifestar o sobre o assunto. A assessoria da CBF, por sua vez, informou que Ednaldo cumpre agenda em Montevidéu (Urugual), onde será realizada a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, neste sábado (27/11) e, por conta disto, está impossibilitado de repercutir sobre o assunto no momento. (Matéria atualizada às 12h10 com o posicionamento relacionado a Ednaldo Rodrigues)

LEIA MAIS: Ex-presidente do COB, Nuzman é condenado a 30 anos de prisão por corrupção passiva e organização criminosa

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Matheus Caldas