AO VIVO Últimas Notícias
10/10/2022 13h02 | Atualizado em 31/01/2023 11h13

Blogueira e namorado suspeitos de executar empresário em Salvador não conheciam a vítima, diz advogado; “mataram para não morrer”

Após audiência de custódia nesta segunda-feira (10), o casal foi encaminhado para o sistema prisional.

Blogueira e namorado suspeitos de executar empresário em Salvador não conheciam a vítima, diz advogado; Foto: redes sociais
Da Redação

Roanichan Pacheco, 29 anos, e Philippe Faria, 26, passaram por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (10), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. Os dois são suspeitos de participar da morte do empresário Roberto Neri Franco Lopo, de 57 anos, no dia 19 de setembro, em uma pousada em Amaralina.

Segundo os advogados de defesa, a justiça manteve a prisão temporária do casal, que está detido desde o dia 22 de setembro, quando foi preso na cidade de João Monlevade, em Minas Gerais. Essa prisão pode ser prorrogada por mais 30 dias, enquanto as investigações seguem em andamento. O inquérito policial ainda não foi concluído. 

Após a audiência de custódia, os advogados de Roanichan e Philippe, João Teles e Renan Canto, respectivamente conversaram com a imprensa. Eles explicaram que, durante a audiência, foram analisadas as circunstâncias da prisão em Minas Gerais. Segundo a defesa de Philippe, houve abuso de autoridade. 

"Ele não teve a possibilidade de ligar pra um familiar ou advogado", afirmou Renan Canto, questionando o interrogatório feito pela polícia mineira. "Nós temos que esclarecer os fatos e é por isso que a defesa vai pedir um novo interrogatório. Agora sim, na presença de um defensor, orientado e respeitado todas as suas garantias e deveres constitucionais."

A defesa do casal optou por não dar detalhes sobre as circunstâncias do crime. "O que eu posso adiantar para vocês é que aquilo que aconteceu no quarto foi uma grande tragédia e eles mataram para não morrer. E isso tudo vai ser esclarecido", afirmou o advogado de Philippe, adiantando que Roanichan e o namorado não conheciam a vítima. "Iriam se conhecer e acabou nessa tragédia".

Segundo os advogados, Roanichan e Philippe estão juntos há cerca de um ano. Philippe Faria tem 26 anos, é natural de Curitiba, mora em Arraial d'Ajuda há sete anos, é professor de artes marciais e não possui antecedentes criminais. Já Roanichan Pacheco tem 29 anos, é do Mato Grosso, mas morava no Sul da Bahia com a família. 

BLOGUEIRA E INVESTIGADA

De acordo com apuração do Aratu On, ela tinha ao menos uma entrada na Polícia Civil como suspeita. Em 2019, um homem compareceu à 7ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Ilhéus) e disse ter sido extorquido pela jovem, perdendo cerca de R$ 110 mil, incluindo uma caminhonete, modelo S10. 

O Aratu On também apurou que Roanichan tinha uma loja de roupas e fazia trabalhos como modelo, sendo conhecida até como blogueira/influenciadora digital em Porto Seguro. Além disso, chegou a cursar medicina veterinária na Universidade Estadual Santa Cruz, mas não há informações se ela chegou a concluir o ensino superior.

Agora Roanichan e Philippe são investigados pelo homicídio do empresário, escritor e palestrante Roberto Lopo, que foi encontrado morto dentro de um dos quartos da Pousada Mar Aberto, no bairro de Amaralina, em Salvador. Testemunhas informaram que a vítima, encontrada com marcas de violência, chegou ao local para se encontrar com uma mulher. A suspeita é de que ela estaria aguardando a vítima na companhia de um homem.

FOTO NOTICIA 1 (1)Após audiência de custódia nesta segunda-feira (10), o casal foi encaminhado para o sistema prisional.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!

Fonte: Lorena Dias para o Aratu On