AO VIVO Últimas Notícias
11/04/2022 16h58 | Atualizado em 11/04/2022 18h12

Baiana denuncia extravio de cadeiras de rodas em voo: “extensão do meu corpo”

A passageira afirma que, mesmo que a companhia aérea pagasse naquele momento uma cadeira nova para ela, ela não teria o mesmo conforto oferecido pelo veículo que estava perdido, já que ele foi feito sob medida. 

Baiana denuncia extravio de cadeiras de rodas em voo: Foto: reprodução/ Redes Sociais
Flávia Alexandre

O retorno de um período de lazer terminou de forma nada agradável para a baiana Mila D'Oliveira, de 34 anos. Ela viajou com a família para a Europa, mas, ao chegar em Salvador em um voo da Latam, recebeu a notícia de que sua cadeira de rodas havia sido extraviada.

Em conversa com o Aratu On, Mila contou que embarcou em Milão, na Itália, e chegou adiantada no aeroporto. Mesmo com antecedêcia, ela afirmou que não foi priorizada no embarque e que isso gerou uma situação de extremo desconforto. "As pessoas já estavam embarcando com suas bagagens e eu estava na cadeira e tinha um espaço muito pequeno para eu passar", conta. 

Ao chegar no aeroporto de Salvador, a passageira relatou que demorou de ser retirada do avião e que, em seguida, recebeu a informação de que não sabiam onde estava a cadeira de rodas. "Me deu raiva. Foi desrespeitoso, porque uma cadeira de rodas tem importância para qualquer pessoa que depende dela e eles trataram de forma banal. Não sabiam nem onde estava", afirma. "É uma extensão do meu corpo", completou.

A passageira afirma que, mesmo que a companhia aérea pagasse naquele momento uma cadeira nova para ela, ela não teria o mesmo conforto oferecido pelo veículo que estava perdido, já que ele foi feito sob medida. 

Sem respostas sobre a cadeira, Mila retornou para sua casa com a cadeira que foi providenciada pela companhia áerea. Somente por volta das 16h do domingo (11/4) ela recebeu a sua cadeira de rodas, que não chegou em sua residência da mesma forma que ela entregou. "Ela veio desconectada. Percebi que uma das rodas estava torta. Não estava da maneira que entreguei", disse. 

Em nota enviada ao Uol, a Latam afirmou que o obejeto ficou retido na Receita Federal , em uma situação "alheia" à companhia aérea, e disse que "não mediu esforços para localizar" o veículo.

"A Latam reitera que prestou toda a assistência necessária à cliente e que a cadeira de rodas já foi entregue a ela". A companhia aérea foi questionada sobre as condições na qual a cadeira de rodas foi devolvida à usuária, mas não respondeu sobre o assunto. 

ESPECIAL: Vamos falar sobre capacitismo?

*Estagiária sob supervisão da jornalista Juana Castro.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Flávia Alexandre*