AO VIVO Últimas Notícias
22/04/2021 08h41 | Atualizado em 22/04/2021 09h17

Sertanejo Bruno causa polêmica ao postar foto ao lado de baiano acusado de aplicar golpes milionários

Com nome artístico de Danilo Dubaiano, investigado por golpe através de site de apostas esportivas investe na carreira musical leva vida de luxo em Dubai e nega ter cometido crime. Vítimas relatam perda de dinheiro.

Sertanejo Bruno causa polêmica ao postar foto ao lado de baiano acusado de aplicar golpes milionários Foto: instagram/@brunodobem
Da Redação

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, se envolveu em uma polêmica ao compartilhar uma foto em suas redes sociais onde aparece ao lado do empresário baiano Danilo Santana. O rapaz é acusado há cinco anos no Brasil por lavagem de dinheiro, associação criminosa e estelionato.

Na foto, Bruno aparece na companhia de Danilo em um iate, tendo ao fundo um dos cartões postais de Dubai. “A palavra tem poder, dá uma olhada na minha última postagem! Obrigado por tudo, Danilo Dubaiano”, escreveu o cantor. Após a repercussão negativa, o sertanejo bloqueou a função dos comentários de seu perfil.

As investigações apontam que após ter lesado vítimas no Brasil e no exterior, movimentando quase R$ 500 milhões ilegalmente. Danilo Santana tem uma vida de luxo regada a festas, mansões, carros e roupas de grife e agora investe na sua carreira artística se apresentando como "Danilo Dubaiano". 

"Dubaiano" tem dois mandados de prisão expedidos. Um no Rio Grande do Sul e outro na Bahia. O esquema administrado por Danilo era chamado de D9 e funcionaria como um jogo de apostas em campeonatos de futebol, no entanto, era apenas um disfarce para a pirâmide.

A assessoria de imprensa de Bruno não se pronunciou sobre o encontro.

LEIA MAIS: Mais um grupo de beneficiários recebe pagamento do auxílio emergencial nesta quinta-feira; confira

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação