Por conta da pandemia do novo coronavírus, as aulas em todo país foram suspensas. Por isso, pais e responsáveis precisam ter criatividade para manter as crianças entretidas em casa todos os dias. Para isso, existem várias sugestões disponíveis na internet sobre como alinhar diversão com aprendizado, dentre elas, está o livro Gastronomia Divertida, produzida pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Estudantes e professores dos cursos de Gastronomia e Nutrição da UFPB criaram um e-book em parceria com nutricionistas especialistas na área materno-infantil. O material apresenta jogos e brincadeiras sobre educação alimentar e nutricional e traz instruções para uma alimentação saudável.  O livro digital intitulado Gastronomia Divertida está disponível para download de forma totalmente gratuita. Para ter acesso ao material, basta clicar aqui.

“As receitas e brincadeiras foram testadas e aplicadas em escolas e creches dos municípios de Cabedelo-PB e João Pessoa-PB durante o desenvolvimento de projetos de extensão que tiveram o objetivo promover educação nutricional para escolares”, explica na introdução do livro a professora Noádia Priscila Araújo Rodrigues, do Departamento de Gastronomia da UFPB e responsável pela equipe editorial do livro.

O ebook conta com receitas de sucos, de doces e salgados nutritivos. Além disso, também será possível encontrar receitas de hambúrguer de banana, brusqueta nordestina, bolinhos, cremes, tortas, sorvetes, as curiosas pizzqueca, bomba doce de tapioca, dentre outras receitas gostosas e, acima de tudo, nutritivas.

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Outro fator importante do e-book é que ele chama a atenção para os perigos de uma alimentação ruim na infância. De acordo com o livro, uma alimentação desequilibrada pode determinar um estado de saúde precário na infância e refletir em doenças crônicas não transmissíveis na vida adulta, além de redundar em excesso de peso e obesidade.

Nas instituições da educação infantil tem sido cada vez mais comum a atuação de nutricionistas que elaboram cardápios pensados para atender às necessidades nutricionais dos alunos. Contudo, é importante que o cardápio proposto seja elaborado por nutricionista registrado no Conselho Federal de Nutrição (CFN). 

Já as famílias também desempenham um papel importante, tendo a responsabilidade de dar o exemplo prático sobre a importância da alimentação saudável. Nos períodos em que estão com as famílias, as crianças precisam ter contato com alimentos ricos em nutrientes e serem incentivadas a adquirir hábitos mais saudáveis. 

LEIA MAIS: Estudante de faculdade particular em São Paulo, filha de prefeito baiano recebe R$ 1.200 do "Coronavoucher"

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.