"Vamos pedir a prisão de governadores e prefeitos", afirmou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, em reunião ministerial divulgada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira (22/5).

Sem citar nomes, Damares fez a declaração após criticar a postura de gestores municipais e estaduais que, segundo ela, têm violado os direitos dos cidadãos. Entre os exemplos, a ministra citou multas a padres que estavam com "apenas dois fiéis" em igrejas.

"A maior violação de direitos humanos da história do Brasil nos últimos trinta anos está acontecendo neste momento, mas nós estamos tomando providências", falou a ministra, garantindo que vai "pegar pesado".

O vídeo da reunião faz parte do inquérito da Polícia Federal (PF) que apura acusações do ex-ministro Sergio Moro (Justiça), de que Bolsonaro queria interferir politicamente na corporação.

LEIA MAIS: STF libera vídeo de reunião ministerial que mostra ameaça de Bolsonaro a Moro

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.