Após o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter liberado nesta sexta-feira (22/5), o vídeo de uma reunião ministerial, citada em depoimento pelo ex-ministro Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se manifestou sobre o conteúdo. 

Em uma publicação em seu perfil no Facebook, também nesta sexta, Bolsonaro contesta a versão de Moro. "Mais uma farsa desmontada; Nenhum indício de interferência na Polícia Federal;João 8, 32 – “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará", escreveu o presidente, na legenda.

VEJA:

O vídeo é usado em um inquérito sobre a suposta inteferência política do presidente na Polícia Federal (PF), do qual Celso de Mello é relator. Moro havia dito, em depoimento, que o vídeo seria uma suposta prova da interferência. 

LEIA MAIS: STF libera vídeo de reunião ministerial que mostra ameaça de Bolsonaro a Moro; assista

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.