O jornalista Rodrigo Bocardi está sendo acusado de racismo nas redes sociais após questionar a um atleta negro se o rapaz seria gandula de um clube de tênis em São Paulo. O caso aconteceu na edição desta sexta-feira (7/2) do programa Bom Dia São Paulo.

Na ocasião, o repórter Tiago Scheuer efetuava uma reportagem sobre dificuldades de moradores da Zona Leste de São Paulo em pegar a linha vermelha de metrô. No local, Scheuer iniciou a entrevistar o jovem Lionel, que utilizava a camisa do clube Pinheiros, e o entrevistado revelou que estava a caminho do clube. Nesse momento o âncora pediu ao repórter para questionar se o rapaz estava indo para catar bolinhas para os atletas.

Educadamente, o jovem respondeu "Não, sou atleta de pólo aquático!". A retruca causou surpresa e constrangimento aos jornalistas.

Bocardi deve tá querendo entrar no time da @CNNBrasil pic.twitter.com/UX92tIoggZ

No Twitter, a gafe repercutiu rapidamente e chegou a ocupar o segundo lugar entre os assuntos mais comentados do Brasil. Após a repercussão, Bocardi se pronunciou ao vivo e declarou que a pergunta foi feita sem maldade.

"Gente, queria aproveitar a oportunidade. Não vamos fazer disso uma grande história sobre o rapaz do polo aquático. Eu fui pela camiseta dele perguntar se ele pega bolinha na maior inocência. Assim como eu jogo e sou querido por vários garotos que estão ali comigo todo dia. Existem brancos, negros, de tudo quanto é tipo!", disse o apresentador.