Apenas nesta madrugada, choveu todo o volume esperado para o mês de maio, de acordo com o meteorologista Aldírio Almeida, em contato com o Aratu On. O especialista disse, ainda, que os baianos podem esperar mais chuvas pelos próximos dias.

"Tem previsão de chuva para hoje, ainda nesta madrugada. Talvez teremos chuvas não tão intensas como tivemos nessa noite que passou, porém, frequente, durante toda a noite de novo. Amanhã também tem previsão, mas um pouco menos, e na segunda pode ser que chova um pouco mais de novo. Então, ao longo dos próximos dias segue a previsão de chuva".

LEIA MAIS: Defesa Civil registra mais de 100 ocorrências após chuvas; 48 imóveis ficaram alagados

LEIA MAIS: Ponte desaba em Cajazeiras VI após fortes chuvas e moradores temem acidente

LEIA MAIS: Condomínios em Piatã utilizam botes para transportar moradores alagados; veja vídeos

O meteorólogo classificou o volume que caiu na capital baiana e Região Metropolitana como "muito alto" e afirmou que as regiões mais atingidas foram Lauro de Freitas, Simões Filho e, em Salvador, o bairro que mais sofreu com a chuva foi Mussurunga. Dentre todos, Lauro  de Freitas foi o que mais acumulou água desde às 21h. Chegou a 280 mm, que representa o mesmo que um litro de água por metro quadrado. O esperado para todo o mês de maio era 279,8 mm.

"Essas chuvas foram causadas por uma frente fria que se formou quarta-feira e se deslocou pelo oceano, que favorece a convergência de umidade próximo ao litoral. Quando chegou aqui na região do recôncavo, favoreceu para que se formassem chuvas mais intensas essa noite. Em alguns momentos tivemos, inclusive, descargas elétricas e contribuiu para esse volume de chuva".

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.