O ator Rafael Miguel, de 22 anos, assassinado com os pais, foi atingido por sete dos 13 tiros disparados pelo atirador. Segundo o laudo necroscópico, os tiros atingiram a cabeça, o braço esquerdo, o peito e as costas de Rafael. O resultado do laudo foi divulgado pela Folha de São Paulo neste domingo (16/6).

O laudo também aponta que o pai de Rafael, João Alcisio Miguel, de 52 anos, foi atingido por quatro tiros. Já a mãe de Rafael, Miriam Selma Miguel, de 50 anos, foi atingida por dois disparos. 

O comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, é procurado pela polícia. Ele é pai da então namorada de Rafael, Isabela Tibcherani, de 18 anos. Suspeito de matar a família por ciúmes do namoro entre Rafael e a filha, Paulo fugiu após o acontecido. 

O advogado Eliton Lima dos Santos revelou, na última sexta-feira (14), que o suspeito tem uma tatuagem em um dos antebraços. Ele acredita que a característica pode ajudar na identificação de Paulo. “Confirmei que ele tem uma tatuagem que diz ‘marginal, sempre marginal”, disse.

A Justiça determinou, no mesmo dia, que Paulo e o irmão, de identidade não informada, mantenham distância mínima de 100 metros de Isabela e da mãe, Vanessa Tibcherani, de 39 anos. 

A polícia não descarta a possibilidade de que o suspeito tenha fugido para outro estado, mas também investiga se parentes estariam ajudando o comerciante a se manter foragido . 

CASO

As três vítimas foram mortas no último domingo (9/6), em São Paulo. O pai de Isabela, então namorada de Rafael, é suspeito de assassinar a família no momento em que eles chegaram em frente à casa da namorada do ator, acompanhados dela. 

Rafael e os pais teriam ido à casa para falar com Paulo sobre o namoro entre o ator e Isabela, proibido pelo suspeito.

LEIA MAIS: Local de acidente onde ônibus capotou, no Horto Bela Vista, é inspecionado pela Transalvador

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.