AO VIVO Últimas Notícias
10/01/2022 15h09 | Atualizado em 10/01/2022 15h42

Surto de Covid-19 e gripe provoca cancelamento de diversos voos no país

Os voos estão sendo cancelados por falta de tripulação, incluindo pilotos e copilotos. Em Salvador,  a companhia aérea Latam anunciou o cancelamento de 10 voos com partida ou chegada na capital baiana.

Surto de Covid-19 e gripe provoca cancelamento de diversos voos no país Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Da Redação

As companhias aéreas Azul, Gol e Latam cancelaram diversos voos nacionais e internacionais, por causa do surto de Covid-19 e gripe no Brasil. Em Salvador, pelo menos 10 voos com partida ou chegada na capital baiana não irão acontecer. Os voos estão sendo cancelados por falta de tripulação, incluindo pilotos e copilotos, afastados pela doença.

A Latam se pronunciou, em nota, sobre o ocorrido. "Devido ao recente aumento de casos de Covid-19 e de Influenza na população, alguns voos domésticos e internacionais precisaram ser cancelados. Lamentamos essa situação, totalmente alheia à nossa vontade", disse a empresa, segundo informações do G1. A companhia aérea deu orientações aos passageiros que tiveram viagens canceladas. "Antes de se dirigir ao aeroporto, a companhia orienta que o cliente confira o status do seu voo diretamente em latam.com

A Gol também confirmou que houve “um aumento dos casos positivos entre colaboradores” nos últimos dias, mas disse que “nenhum voo foi cancelado ou sofreu alteração significativa por este motivo. Os funcionários que apresentam resultado positivo estão sendo afastados das funções para se recuperarem em casa com segurança”, diz o comunicado.

A nota da Azul informou ainda que “por razões operacionais, alguns de seus voos do mês de janeiro estão sendo reprogramados". "A companhia registrou aumento no número de dispensas médicas entre seus tripulantes – casos esses que, em sua totalidade, apresentaram um quadro com sintomas leves – e tem acompanhado o crescimento do número de casos de gripe e covid-19 no Brasil e no mundo”, afirmou.

No caso da Azul, em janeiro houve aumento de 405% nos afastamentos por motivos médicos, em relação à média dos últimos 12 meses, segundo dados apresentados pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA). A situação levou a companhia a propor acordo coletivo aos empregados, no qual ofereceu gratificação em dinheiro a quem aceitar redução de folgas.

De acordo com Ondino Dutra, presidente do SNA, a Azul disse em reunião com o sindicato que pretendia cancelar “centenas de voos”, sobretudo na segunda quinzena de janeiro. Em nota, a companhia afirma que “90% das operações da companhia estão funcionando normalmente”.

LEIA MAIS: Governo do Estado reduz capacidade de eventos para 3.000 pessoas e fala em "pré-colapso na saúde"; assista

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

‌Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

 

Fonte: Agência Brasil