AO VIVO Últimas Notícias
10/10/2020 20h01 | Atualizado em 10/10/2020 21h54

Bolsonaro volta a minimizar a Covid-19 após país atingir 150 mil mortes provocadas pelo vírus

Bolsonaro volta a minimizar a Covid-19 após país atingir 150 mil mortes provocadas pelo vírus

Bolsonaro volta a minimizar a Covid-19 após país atingir 150 mil mortes provocadas pelo vírus Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Da Redação

Após o Brasil registra 150 mil mortes por Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a minimizar os efeitos da doença. Na manhã deste sábado (10/10), o presidente afirmou para uma convidada durante bate-papo nos moldes de um talk show em suas redes sociais que não há com o que se preocupar caso em algum momento seja contaminada.

"Se pegar um dia, não fique preocupada. A gente evita, né. Estou com 65 anos. Não senti nada. Nem uma gripezinha. Zero. Zero. Nada", disse o presidente para moradora da Baixada Santista, que o procurou com um cartaz na porta do Forte dos Andradas, no Guarujá, onde ele está hospedado.

A declaração foi feita após o governante pedir, em tom de brincadeira, que a apoiadora removesse a máscara de proteção e ela rebater com um "Não tive covid e nem vou ter". Ele retrucou, afirmando  que a cautela "não quer dizer que não vai pegar. O objetivo de o pessoal se precaver não quer dizer que não vai pegar. Quer dizer que, quem pegue ao longo de um tempo, né, seria essa a intenção, para não acumular gente no hospital." finalizou o presidente.
 

Bolsonaro, que contraiu o novo coronavírus em julho, já havia feito declarações semelhantes anteriormente. Em uma delas, ele comparou o coronavírus a uma chuva e disse que, de uma forma ou de outra, a maioria da população será infectada —"vai molhar 70% de vocês". Disse ele durante um evento fechado no Palácio do Planalto.

LEIA MAIS: Homem morre e outro fica ferido após caminhão carregado com gados tombar na BR-122 

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

 

Fonte: Da redação