AO VIVO Últimas Notícias
30/07/2020 19h12 | Atualizado em 30/07/2020 19h24

Homem é preso após sofrer acidente enquanto transporta 60 quilos de maconha; “cochilou enquanto dirigia”

Homem é preso após sofrer acidente enquanto transporta 60 quilos de maconha; "cochilou enquanto dirigia"

Homem é preso após sofrer acidente enquanto transporta 60 quilos de maconha; Foto: divulgação/SSP
Da Redação

Um acidente na BR-101, próximo à cidade de Governador Mangabeira, acabou resultando na apreensão de 60 quilos de maconha. Equipes da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Cruz das Almas) encontraram a droga dentro do veículo danificado, que foi abandonado no local da na madrugada desta quinta-feira (30/7). O motorista tentou fugir, mesmo ferido, mas acabou preso.

Além da droga, o veículo modelo Montana também continha R$ 1.500. “Lá no local do acidente recebemos uma denúncia sobre um homem machucado, tentando invadir casas, em Mangabeira. Conseguimos efetuar a captura e levamos o criminoso para atendimento médico”, contou o subcomandante da 27ª CIPM, capitão Denis Barbosa. 

Assim que encontrado, o motorista disse que pegou a droga na BR-324, próximo da Brasilgás, em Salvador, e entregaria na cidade de Cruz das Almas. “Ele disse que o acidente aconteceu porque cochilou enquanto dirigia", narrou o policial. As investigações, no entanto, apontam que a droga veio de outro estado. "Recebemos a informação de que a maconha veio de Pernambuco”, completou o capitão. 

O motorista foi levado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, mas seu estado de saúde não foi divulgado. Assim que receber alta, deverá ser encaminhado ao sistema prisional. A droga foi apresentada na 4ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Santo Antônio de Jesus).

LEIA MAIS: Alunos de Salvador começam a receber chips com internet para estudo em casa, diz Secretaria

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003

Fonte: Da redação