AO VIVO Últimas Notícias
28/07/2020 13h48 | Atualizado em 28/07/2020 13h59

R$ 1 bilhão, 45 mil empregos e novas obras em Salvador: os detalhes do plano de aquecimento da economia

R$ 1 bilhão, 45 mil empregos e novas obras em Salvador: os detalhes do plano de aquecimento da economia

R$ 1 bilhão, 45 mil empregos e novas obras em Salvador: os detalhes do plano de aquecimento da economia Foto: ilustrativa/divulgação/pexels
Da Redação

A Prefeitura de Salvador lançou na última segunda-feira (27/7) o pilar "Obras públicas e investimentos privados" para manter e criar 45 mil empregos em obras da cidade, sobretudo aquelas que possuem financiamentos nacionais e internacionais.

A iniciativa faz parte das 101 ações do plano de aquecimento da economia, cujo detalhamento começou na semana passada. A gestão apresentou o pilar "Melhoria do ambiente de negócios", listando as obras públicas prioritárias para o segundo semestre e que geram 15 mil vagas de trabalho.

Essas obras públicas contam com investimentos de R$1,1 bilhão, fruto de financiamentos junto à entidades, como a Caixa Econômica Federal (CEF), Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), além do Orçamento Geral da União (OGU) e recursos municipais. São intervenções em mobilidade urbana, habitação, infraestrutura e patrimônio histórico. 

Com investimento de R$ 311 milhões, um dos maiores projetos de infraestrutura desenvolvidos pela Prefeitura e que será impulsionado no segundo semestre é o do novo Mané Dendê, que abrange os bairros de.Ilha Amarela, Alto da Terezinha, Itacaranha, Plataforma e Rio Sena, todos no Subúrbio Ferroviário. Estão previstas intervenções em saneamento, urbanização, implantação de equipamentos urbanos e unidades habitacionais. 

A Prefeitura também assinou o documento autorizando a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) a firmar convênio com a CEF para a implantação de 260 unidades habitacionais no âmbito do novo Mané Dendê, com investimento de R$ 8,4 milhões.

O projeto inteiro promete garantir a construção de mais de 900 moradias dignas para quem mais precisa. Entre os investimentos captados pela Prefeitura junto ao setor privado, a previsão, nesse mesmo pilar do plano, é que sejam criados 30 mil novos postos de trabalho. 

LEIA MAIS: Resultado provisório da prova de títulos para oficial de saúde da Polícia Militar é divulgado

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação