AO VIVO Últimas Notícias
16/09/2019 15h57 | Atualizado em 16/09/2019 17h44

Exclusivo: Lei que proíbe “arrastão” do Carnaval deve ser vetada pelo prefeito de Salvador.; entenda

Exclusivo: Lei que proíbe "arrastão" do Carnaval deve ser vetada pelo prefeito de Salvador.; entenda

Exclusivo:  Lei que proíbe Foto: Valter Pontes / Prefeitura de Salvador
Da Redação

O Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), deu a entender que vai vetar o Projeto de Lei que proíbe o "arrastão" do Carnaval de Salvador. A 'deixa' foi dada pelo gestor da cidade, nesta segunda-feira (16/9), quando participou do programa "QVP", da TV Aratu, apresentado pelo jornalista Casemiro Neto.

"Todo mundo sabe que fizemos transformações no Carnaval de Salvador. O 'arrastão' na Quarta de Cinzas não é uma invenção minha e ele está aí muito antes de eu ser prefeito. A Prefeitura não promove o arrastão. Quem promove é o artista que pega o seu trio e coloca na quarta-feira. A Prefeitura garante a limpeza, trânsito e organização […] A Prefeitura não gasta dinheiro [com o evento]", disse ACM Neto.

Durante a entrevista, o prefeito insinuou, ainda, que a Câmara não teria aprofundado a discussão do tema em uma forma mais ampla.

"A gente até podia discutir, eu acho, em outros termos, a conveniência para o arrastão para a cidade. Por exemplo: o que a cidade ganha? O que ela perde? Sem o arrastão, dá para começar a rotina mais cedo? […] Só que alguns vereadores, inclusive meu querido amigo Carballal, parceiro nosso, na minha opinião, levou o debate para a questão religiosa, que não é o que deve estar no centro dessa discussão. Sou católico praticante e não acho que o arrastão ofenda o início da Quaresma. Esse argumento não vou acolher. Além de tudo, sabemos que o estado é laico. A Prefeitura não pode ter uma religião", avaliou.

Para virar lei, o projeto precisa ser sancionado pelo prefeito ACM Neto. Após receber o texto, ele terá 15 dias para decidir se veta ou sanciona. A votação na Câmara teve 38 parlamentares a favor e dois contra, além de uma abstenção e uma ausência.

"O Projeto ainda não chegou, está na Câmara, mas quando chegar eu vou examinar, ele vai passar por um análise e vou me manifestar. Desde já essa questão não vai ser levada em consideração com todo o respeito. Como Prefeito, tenho que olhar como um todo […] Apenas lamento que a Câmara não tenha feito um debate prévio e pegou todos de surpresa. A manifestação de sanção ou veto cabe a mim […]", finalizou, ACM Neto.

LEIA MAIS: Ivete é confundida com fã e quase é barrada em show de Marília Mendonça em Salvador; veja vídeo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.

Fonte: Da redação