Os moradores do bairro de Sussuarana, em Salvador, foram avisados, nesta segunda-feira (2/12), que um "toque de recolher" iria acontecer na região. O anúncio intimidador foi feito através de um áudio divulgado pelo aplicativo WhatsApp.

"Atenção população de Sussuarana e comércio aí da Sussuarana Velha: é toque de recolher, nós não quer [sic] nenhum comércio aberto, é pra fechar gera!", ameaçou o criminoso no trecho inicial da gravação.

De acordo com o autor do áudio, a decisão foi tomada em resposta a supostas ações de agentes da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana). Segundo ele, em menos de um mês, policiais "corruptos" da unidade mataram três pessoas no bairro.

"O menino dentro de casa sem fazer nada, ele entrou e matou [...] os caras estão querendo dinheiro, estão pegando os meninos quando dá o dinheiro, dois mil, quatro mil, aí eles liberam [...] matou Tom, levou a ponto 40 do cara e botou a 32 [...] nós nem porta três dois [...] Cadê o comandante da 48 que não tá vendo isso aí?".

O áudio viralizou antes da ocorrência de um ônibus incendiado por quatro homens na Avenida Ulysses Guimarães, a principal do bairro. Por conta da situação, o Sindicato dos Rodoviários orientou a categoria a não circular com os coletivos na região, na manhã desta terça-feira (3/12).

LEIA MAIS: Lore Improta é flagrada em festa na casa de Léo Santana e levanta suspeitas sobre reconciliação; veja

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.