Uma "vaquinha" foi criada na internet supostamente para ajudar o influencer Iuri Abraão, conhecido como "Iuri Sheik", suspeito de matar o empresário Willian Oliveira, conhecido como "Will".

A arrecadação, que pede R$ 50 mil para pagar um advogado, está feita em nome do próprio influenciador digital, mas não é possível confirmar se foi ele o responsável por fazer a criação no site "Vakinha". Até a publicação desta reportagem, ninguém havia doado.

Nos comentários, várias pessoas atacaram Iuri. "Oxe, para ostentar tem dinheiro, para pagar o que deve não?", escreveu um internauta. "Muita cara de pau!", disse outro.

CASO

O crime aconteceu na noite do último domingo (24/6) durante uma festa de "paredão" no município de Santo Antônio de Jesus, a 190 km de Salvador.

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) se limita a informar que a investigação está sendo realizada pela 4ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior.  A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital Geral, mas morreu nesta quarta-feira (26/6).

Na oportunidade, chegou-se a especular que Iuri estaria em Santo Antônio de Jesus a pedido do prefeito, Rogério Andrade, o que foi desmentido pela assessoria de imprensa da administração municipal.

O suspeito, que tem mandado de prisão em aberto e está foragido, usou as redes sociais para se explicar. "Toda versão existe dois lados. Logo mais vou me apresentar e contar o que realmente aconteceu", escreveu ele na postagem. 

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003