O Procon do estado de São Paulo notificou nesta quarta-feira (13/1) a Ford para a direção da empresa explique como irá garantir que os direitos previstos no Código de Defesa do Consumidor sejam cumpridos. A companhia deverá responder dentro de 48 horas. 

Segundo a revista Veja, o órgão pede o detalhamento de diversas informações ligadas aos direitos dos consumidores, como canais de atendimento, peças de reposição, prazos de entregas e políticas de preço para compra de veículos comercializados recentemente e ainda não entregues. 

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que a Ford não falou a "verdade " e critica Rui Costa; "não teve a capacidade de se antecipar ao problema"

LEIA MAIS: Rui diz que Ford não solicitou incentivos recentemente; governo busca investidores para manter empregos

A montadora decidiu na segunda-feira (11/1) fechar todas as fábricas no Brasil em 2021. A empresa informou que a filial em Camaçari, onde produz os modelos Ka e EcoSporte, terá as atividades interrompidas imediatamente, e que as unidades de Taubaté (SP) e Horizonte (CE) serão fechadas ao longo do ano.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.