O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, afirmou nesta quarta-feira (13/1), que o órgão "não trabalha com a hipótese do adiamento do Enem", mas afirma que a prova pode ser cancelada em algumas cidades, caso não seja possível aplicá-la.

"Não trabalhamos com a hipótese de adiamento. O que pode haver é um cancelamento em algumas cidades. Se a gente não puder aplicar a prova, infelizmente essa cidade vai ficar fora do Enem de 2020", explicou Lopes em entrevista à CNN Brasil.

A declaração veio após uma onda de manifestações de estudantes e professores nas redes sociais pedindo o adiamento do exame. Os candidatos alegam que não se sentem seguros para a realização das provas devido ao aumento de casos do novo coronavírus no país. 

No entanto, Lopes afirma que o Inep "se preparou para aplicar as provas em um contexto de pandemia" e que entende que as “medidas de saúde que estão aplicadas são suficientes para garantir uma aplicação da prova com segurança".

Na terça-feira (12), o Secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, se posicionou a favor do adiamento do exame. Porém, durante a entrevista, Lopes reiterou que não recebeu nenhum comunicado dos secretários estaduais de saúde sobre a situação da prova. "Nenhum secretário de saúde mandou qualquer ofício, email, mensagem de Whatsapp, ou me ligou para falar sobre a situação do Enem", disse. 

A aplicação do exame, que ocorrerá nos dias 17 e 24 de janeiro e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro, foi vetado na capital do Amazonas, Manaus. A prefeitura da cidade divulgou que não vai liberar o uso de escolas municipais, devido à gravidade da pandemia no estado. 
"Para evitar aglomerações nas unidades de ensino e a propagação da Covid-19, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) enviou ao Ministério Público Federal (MPF-AM) um ofício com os motivos da não liberação", afirmou a prefeitura em nota à imprensa.

LEIA MAIS: Bolsonaro ironiza Coronavac após divulgação de novos dados de eficácia da vacina; "essa de 50% é uma boa?"

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.