A modelo Lauren Adana Lorenzetti foi presa após forjar o próprio sequestro. A prisão aconteceu na manhã desta segunda-feira (11/1), em Santana de Parnaíba, na Região Metropolitana de São Paulo, após a Polícia Civil cumprir o mandado de prisão ordenado pela Justiça do Paraná

A suspeita, ex-miss, teria mentido para extorquir dinheiro da mãe, Vanessa Dallagnol. A simulação ocorreu em 2010 na cidade de Francisco Beltrão, no Paraná. A modelo contou com a ajuda de dois amigos e do ex-namorado para dar continuidade ao plano. Lauren, de 31 anos, tinha um mandado de prisão expedido em 29 de abril de 2020 feito pelo Tribunal de Justiça.

Ela, que está grávida de nove meses, foi encaminhada pelos agentes do Departamento de Operações Policiais Estratégicas para a sede da Divisão de Captura da polícia. Nas redes sociais, a modelo conta com mais de 100 mil seguidores. Ela compartilhava conteúdos sobre a família e sobre estilo de vida. Após a prisão, a conta da digital da influenciadora e de seu companheiro foram colocadas como restritas.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Chanel (@chanel_pugzinha)

LEIA MAIS: Com quadro de pneumonia, atriz Eva Wilma é internada em UTI de hospital em São Paulo

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.