O Ministério da Saúde, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) informaram, por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (13/1), que o acesso à vacina contra a Covid-19 irá ocorrer independente de cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS). Nesse caso, o cartão de vacinação não será necessário.

O acesso a vacinas através do SUS decorre da gratuidade e universalidade do órgão. O comunicado ressalta, no entanto, a importância da identificação das pessoas que serão imunizadas, a orientação é que o número do CPF ou do Cartão Nacional de Vacinação sejam atualizados.

"Se, no momento da imunização contra a Covid-19, o cidadão não esteja de posse de nenhuma identificação, o estabelecimento de saúde, em sua plataforma CadSus, poderá efetuar o devido cadastro e o processo de imunização ocorrerá normalmente. Ninguém que pertence ao público prioritário da campanha, definido naquele momento, deixará de ser vacinado”, destaca a nota.

O aplicativo Conecte SUS também poderá ser usado para facilitar a identificação no momento da vacinação, agilizando o fluxo de atendimento.

LEIA MAIS: Turquia autoriza uso emergencial da Coronavac; vacinação começará esta semana no país

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.