A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos (EUA) aprovou o segundo processo de impeachment do presidente Donald Trump, que está a apenas uma semana do fim do mandato. O processo, agora, segue para o Senado, onde precisará ser aprovado por maioria de dois terços (67 de 100 senadores). Trump só é obrigado a deixar o cargo depois dessa outra votação e ainda não há uma data para que ela seja feita.

O processo foi aprovado por 232 votos, dos quais 222 foram de democratas e 10 de republicanos (mesmo partido que Trump); 197 republicanos votaram contra. Ao todo, há 435 assentos na Câmara. 

Donald Trump é acusado de inflar uma insurreição contra o governo dos EUA. No país, o impeachment prevê duas penas: a perda de mandato e a proibição de que o réu volte a ocupar cargos federais, este último a depender de uma votação por maioria simples, no Senado, após a condenação.

Esta é a primeira vez na história em que um presidente dos Estados Unidos sofre dois processos de impeachment. Um primeiro foi aprovado em 2019, mas ele foi inocentado pelo Senado, na época.

LEIA MAIS: Apoiadores de Donald Trump tentam invadir Congresso americano em dia de decisão oficial da presidência

LEIA MAIS: Após incitar protestos no congresso, Trump avisa que não irá a posse de Biden

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.