Um dia após dizer que o Brasil está quebrado, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou atrás e afirmou que o país "está uma maravilha". A declaração, em tom de ironia, foi dada nesta quarta-feira (6/1). 

LEIA MAIS: Após dizer que "Brasil está quebrado" e suspender compra de seringas, Bolsonaro se reúne com Paulo Guedes

"Confusão ontem, você viu? Que eu falei que o Brasil estava quebrado. Não, o Brasil está bem, está uma maravilha. A imprensa sem vergonha, essa imprensa sem vergonha faz uma onda terrível aí. Para imprensa bom estava Lula, Dilma, gastava R$ 3 bilhões por ano para eles", disse.

Na última terça (5/1), Bolsonaro argumentou ele não consegue resolver a situação. "O Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda. Teve esse vírus, potencializado pela mídia que nós temos, essa mídia sem cárater que nós temos. É um trabalho incessante de tentar me desgastar, pra me retirarem para voltar alguém pra atender os interesses escusos da mídia. Vão ter que me aguentar até o final de 2022, podem ter certeza". 

Depois dessa declaração, o ministro da Economia, Paulo Guedes, interrompeu as férias para se reunir com o presidente.

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.