A pedidos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), uma campanha publicitária do Banco do Brasil com atores que representavam a diversidade racial e sexual foi retirada do ar pelo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes. O diretor de marketing do banco responsável pela propaganda, Delano Valentim, também foi demitido.

Na propaganda, apareciam jovens atores negros, tatuados e uma transexual. Em Segundo o colunista do Uol, Reinaldo Azevedo, a campanha foi retirada de circulação no último dia 14, após Bolsonaro assistir ao vídeo.

O banco confirmou a ligação do presidente para Novaes e assumiu que o executivo atendeu pedidos de Bolsonaro. Em pronunciamento oficial, o presidente do BB disse ter sido “uma decisão de consenso”. Bolsonaro ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

LEIA MAIS: Semana de Valorização do Trabalho Doméstico oferece serviços gratuitos em Salvador

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.