Uma adolescente de 13 anos foi espancada até a morte na cidade de Camocim, no Ceará. A vítima era transexual e se identificava como Keron Ravach. Ela foi encontrada em um terreno baldio, na localidade de Apossados, sem roupas, com as mãos amarradas e apresentava sinais de violência. O nome da garota figurou entra os mais falados do Twitter nesta quarta-feira (5/1).

Segundo o portal cearense O Povo, o homicídio aconteceu na madrugada de segunda-feira (4/1) e um adolescente de 17 anos, suspeito de cometer o crime, foi apreendido. O titular da Delegacia de Camocim, delegado Herbert Ponte, disse o garoto confessou o crime e afirmou que se encontrou com a vítima para fazer um programa sexual, mas houve um desentendimento quanto ao pagamento dos valores e que, por conta disso, ele teria matado a menina. 

O adolescente, que foi apreendido 21 horas após o crime, é violento, segundo o delegado. De acordo com relatos ouvidos nas investigações, ele já teria tentado matar a própria mãe. "Ele matou a criança a faca, pedrada. Um crime bárbaro", desabafou o delegado, acrescentando que Keron foi atinginda, ainda, por pauladas, socos e chutes.

A vítima faria 14 anos no dia 28 deste mês. A adolescente era criada por uma familiar e tinha aproximadamente 10 irmãos, que moravam com famílias diferentes. A mãe de Keron morreu há um ano, vítima de um aneurisma cerebral. 

Após ser apreendido, o suspeito foi conduzido para a Delegacia Regional de Camocim

LEIA MAIS: "Brasil está uma maravilha", afirma Bolsonaro um dia após dizer que país está quebrado

Acompanhe todas as notícias sobre o novo coronavírus.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.