O ator baiano Wagner Moura levou uma placa em homenagem à vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), assassinada a tiros em março de 2018, para o tapete vermelho do Festival de Berlim, nesta sexta-feira (15/2). Ele está na Alemanha para divulgar “Marighella”, seu filme de estreia como diretor, que teve premiere hoje, no festival, considerado um dos mais importantes do mundo.

CRIME

Nessa quinta-feira (14/2), completou 11 meses da morte de Marielle e seu motorista, Anderson Pedro Gomes. Eles foram executados a tiros no centro do Rio de Janeiro, após um evento político.

Apesar de não faltarem hipóteses para o crime, as investigações são resguardadas por sigilo. O mais provável, segundo investigadores e autoridades que acompanham o assunto, é que o crime tenha sido cometido por milicianos. No Rio, as milícias grupos paramilitares são conhecidas por controlar, ilegalmente e de forma armada, territórios mais pobres do estado.

Em setembro do ano passado, o chefe do Departamento de Homicídios da Polícia Civil do Rio, Giniton Alves, disse à Agência Brasil que o absoluto sigilo das apurações realizadas é a maior garantia para o alcance dos autores e mandantes dos crimes investigados.

LEIA MAIS: Quem matou Marielle?: mortes de vereadora e motorista completam 11 meses

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/livesNos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.