Ir para conteúdo principal


Sete pessoas são presas e vereador e servidores da Câmara afastados, em Ilhéus

Compartilhe:

Medina
Crédito da Foto: Google Street View

O dia começou bastante movimentado na cidade de Ilhéus. Isto porque, a operação (Xavier) do Ministério Público da Bahia (MP-BA) para desarticular organização criminosa que atuava na Câmara de Vereadores da cidade no sul do estado, prendeu sete pessoas e resultou no afastamento de um vereador e de sete servidores da casa legislativa nesta quarta-feira (15/5)

Equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), atuaram na operação, que tem o propósito de reprimir crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos e lavagem de dinheiro, praticados entre os anos de 2011 e 2018 no âmbito da Câmara de Vereadores de Ilhéus.

Os sete mandados de prisão e dez de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Ilhéus. Foram apreendidos diversos documentos e objetos, como celulares e computadores. As pessoas foram ouvidas pelo Ministério Público e encaminhadas pela PRF à Delegacia Judiciária local.

LEIA MAISMotorista filma exato momento de seu próprio acidente na BR-116; veja vídeo

LEIA MAISCâmara convoca Ministro da Educação para explicar bloqueio a universidades