Ir para conteúdo principal


Sergio Moro reage após ser chamado de 'juizeco' por humorista

Compartilhe:

Medina
Crédito da Foto: Agência Brasil

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, se manifestou neste domingo (5/5) nas redes sociais sobre as declarações que o humorista Gregório Duvivier havia feito contra ele no evento que marcou um ano da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizado em Curitiba, no dia 7 de abril. Duvivier o chamou de "juizeco", "que fala fino com a mílícia e os Estados Unidos".

"Reporto-me a mensagens sugerindo providências contra declarações ofensivas contra mim exaradas por suposto comediante em um evento político-partidário 'Lula livre'. Bem, penso que as declarações de baixo nível falam mais sobre o ofensor do que sobre mim", escreveu Moro em sua conta no Twitter.

O ministro também escreveu que acredita na liberdade de expressão e de imprensa. “O debate de assuntos públicos deve ser sem inibições, robusto, amplo e pode incluir ataques veementes, cáusticos e algumas vezes desagradáveis ao Governo e às autoridades governamentais.”

Ele ressaltou que não apoia a censura ou o controle da palavra. "A resposta às críticas injustas da imprensa ou das redes sociais não pode jamais ser a censura ou o controle da palavra. Deve ser o aprofundamento do debate, o livre intercâmbio da idéias. O esclarecimento e não o silêncio."

"Claro, tal liberdade não abrange ameaças. Não significa também que concordo com excessos ou ofensas a quem quer que seja, mas apenas que, para essas, não acredito que o remédio seja a censura", completou.

LEIA MAIS: Homem mata irmão com facada e permanece no local do crime à espera da polícia
LEIA MAIS: Gabriela Viegas, Miss Ilhéus 2018, é encontrada morta; jovem cursou medicina na UFBA
LEIA MAISVídeos mostram assalto a ônibus que deixou PM morto na BR-324; veja

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.