O Aratu On  recebeu neste sábado (2/3), em seu estúdio na Barra, o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas. Na oportunidade, ele falou sobre as ações da Sesab para - e durante - o período do Carnaval. "Agimos em várias frentes, desde a área hospitalar até à vigilância sanitária", disse, em entrevista ao jornalista Pablo Reis.

Foram investidos, aproximadamente, R$ 2,5 milhões em ações diversas na folia, incluindo a instalação de três unidades de saúde nos circuitos da capital baiana e Porto Seguro, para a realização de testes rápidos de HIV, sífilis, e hepatites B e C, além da distribuição de preservativos.

LEIA MAIS: Scheila Carvalho mostra machucados após dançar em trio:”toda metralhada”

O secretário falou também sobre a instalação do Centro de Atendimento de Múltiplas Vítimas, que transforma o estacionamento coberto do Hospital Geral do Estado (HGE) em um espaço de emergência. Até 25 vítimas podem ser recebidas e tratadas ao mesmo tempo. "Para que possamos atender à população com maior presteza", pontuou Vilas-Boas.

Perguntado por Pablo sobre as principais ocorrências na área de saúde nesse Carnaval, Fábio citou as lesões de face e mãos, provocadas por brigas. "Temos os portais de segurança e conseguimos reduzir a entrada de armas de fogo e armas brancas, mas as brigas resultam nessas lesões", disse.

Também questionado sobre tratamento para dependentes químicos - assunto em alta com a exposição do problema vivido pelo ator Fábio Assunção -, Vilas-Boas reforçou a existência dos Centros de Atendimento Psicossocial (Caps) no estado.

Por fim, o secretário, que é médico cardiologista, fez um apelo para os foliões: "brinquem de coração leve, para fazermos um Carnaval na paz".

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.