Nem os gritos do BA-VI na Arena Fonte Nova saem com tanta satisfação quanto o alívio dos moradores do entorno do estádio, após as requalificações que o local tem passado nos últimos meses.

Estão sendo realizadas a substituição de meio-fio, demolição dos passeios antigos e construção de novos em concreto lavado, com piso podotátil e granito polido, assim como rampas de acessibilidade e construção de ciclovias.

Setenta porcento do projeto, em execução pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) e elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Sedur), que investiu R$ 11 milhões ao todo, já foi concluído e o objetivo é melhorar o fluxo de pessoas e veículos na região.

"A proposta é dar mais conforto e segurança aos pedestres, facilitando também o acesso às pessoas com necessidades especiais. Para isso, estamos construindo, ao longo do passeio, uma faixa exclusiva de serviços, onde estão sendo colocados os postes e as lixeiras", esclarece Maurício Mathias da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).


Em alguns trechos das vias, contempladas pelo projeto, foi implantada também uma nova pavimentação asfáltica, a exemplo da Rua Djalma Dutra, cuja obra já foi concluída.

A obra de requalificação urbana no entorno da Arena Fonte Nova teve início na Avenida Presidente Costa e Silva, entre o estádio e a Estação da Lapa, já concluído. As intervenções aconteceram também na Avenida Vasco da Gama, tangenciando o Dique do Tororó, até a Arena Fonte Nova; em toda a Rua Djalma Dutra, onde foi realizado novo asfaltamento; na Avenida Castelo Branco (Vale de Nazaré e subida para a Saúde). Também foram finalizados trechos de confluência das vias, no entorno da Arena.

O projeto será concluído com as obras na Avenida J.J. Seabra, entre a Sete Portas e a Estação Aquidabã.