O sonho do Al Ain durou só 14 minutos: foi o tempo de jogo até Luka Modric, melhor do mundo nesta temporada, abrir o placar no estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi.

Finalista do Mundial de Clubes na condição de zebra, já que eliminou surpreendentemente o River Plate nas semifinais, o time dos Emirados Árabes foi derrotado pelo Real Madrid por 4 a 1 neste sábado – o último gol, já nos acréscimos, foi marcado após jogada do brasileiro Vinicius Júnior, com desvio da marcação.

Dessa forma, o time espanhol conquista seu sétimo título mundial e se torna o primeiro tricampeão consecutivo da história, contando todos os formatos que a competição já possuiu, desde 1960.

O time comandado pelo argentino Santiago Solari já ostentava o status de ser o único bicampeão no formato atual do Mundial de Clubes, disputado desde 2005 (com exceção a 2000, ano do título do Corinthians).

Agora, o feito é ainda maior, pois a soma tem a Copa Intercontinental, vencida duas vezes consecutivas por apenas quatro clubes: Santos (1962 e 1963), Inter de Milão (1964 e 1965), Milan (1989 e 1990) e São Paulo (1992 e 1993). Também é o primeiro título de Solari, efetivado em novembro, como treinador do Real Madrid – ele já venceu como jogador do próprio Real em 2002, contra o Olimpia (PAR).

LEIA MAIS: Criança de 11 anos é morta com pauladas na cabeça em Itabela

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.