Servidores terceirizados que trabalham em atividades disciplinares e de ressocialização no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, paralisaram suas atividades na manhã desta terça-feira (15/1), em protesto contra, segundo eles, a falta de um cumprimento de reajuste salarial. Os trabalhadores estão mobilizados na frente do Complexo e, por conta disso, a visita aos internos das unidades prisionais do local esteve impedidas de acontecer, no início desta manhã.

Segundo a direção do Sindicato dos Agentes Disciplinares Penitenciários e Agentes Socioeducadores (Sindap), amanhã (16/1) haverá uma reunião, com representantes da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressoalização (Seap), mediada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), e caso a situação não seja resolvida, a categoria poderá entrar em greve.

LEIA MAIS: Contagem regressiva: CSA x Vitória abrem transmissão da Aratu na Copa do Nordeste

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/livesNos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.