A Justiça deferiu o pedido de prisão temporária solicitado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) contra o pedreiro Luíde de Jesus Lemos, de 24 anos. Ele é apontado como o responsável pela morte da enfermeira Claudiane Mota Nascimento, 23, com que conviveu por cinco anos.

De acordo com a titular da 3ª Delegacia de Homicídios (3ª DH/BTS), delegada Pilly Dantas, sete pessoas, entre parentes da vítima e autor, foram ouvidas na unidade especializada. Elas relataram que Luíde não aceitava o fim da relação e que brigas eram constantes durante o relacionamento.

LEIA MAIS: PRISÃO TEMPORÁRIA: Polícia procura homem que matou ex-mulher a facadas em São Caetano

O crime ocorreu na casa de Luíde, em Boa Vista de São Caetano, na noite de terça-feira (10/4), depois que autor e vítima tiveram uma discussão. Vizinhos acionaram a polícia no dia seguinte, quando descobriram o ocorrido. Desde então, investigadores do DHPP tentam localizar o pedreiro.

LEIA MAIS: CRIME EM SÃO CAETANO: Mulher é morta a facadas em frente à filha na Travessa da Saboaria

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 16h43 (13/4)