Pedro Damião Cruz Sena foi condenado a 39 anos e 9 meses de prisão em regime fechado pelo júri popular nesta. segunda-feira (21/5) por estuprar, matar e esquartejar – arrancar o órgão genital – de uma criança de seis anos, no bairro Pernambués, em Salvador, em 2014.

LEIA MAIS: Fornecimento de água em Brotas é interrompido para manutenção de emergência

O crime aconteceu na rua Dilson Souza, após Pedro convidar a criança para comprar roupas novas em um shopping na região do Iguatemi. O criminoso levou a vítima para o imóvel e cometeu os crimes. Após ser estuprada e morta, a criança teve o corpo carbonizado no local.

Foram os vizinhos do condenado que denunciaram o crime, devido ao mau cheiro vindo da casa, onde foi encontrado o corpo do menino já em estado de decomposição.

Pedro Damião já havia sido condenado em São Paulo, no ano de 2004, ele era foragido do Hospital de Custódia e Tratamento de São Paulo, onde cumpria pena por ter estuprado e matado um garoto de 9 anos.

LEIA MAIS: Resposta: ex-empresário que quebrou elevador na Pituba diz que sofre de transtornos

LEIA MAIS: Atendimentos do Tribunal de Justiça da Bahia ficam suspensos; entenda motivo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.