Marcos André Batista Santos, mais conhecido como Vampeta, pode ser preso a qualquer momento caso não quite o que deve de pensão alimentícia e escola das duas filhas adolescentes. As meninas moram com a mãe, Roberta Soares Galiza, e o padrasto, em Miami. Somando os débitos, o ex-jogador (revelado pelo Vitória) terá que desembolsar cerca de R$ 200 mil para ficar em dia com a Justiça.

Um pedido de execução foi feito pela escola Castanheiras, em Santana do Parnaíba, em São Paulo, onde as filhas estudaram até se mudarem para os Estados Unidos. Em 2013, Vampeta não pagou as mensalidades e a dívida chegou a R$ 65 mil. O jogador pentacampeão da Copa do Mundo de 2002, quando atuou pela seleção brasileira, pediu em 2013 a redução da pensão que pagava às meninas, cerca de R$ 17,5 mil ao mês. Vampeta propôs redução para quatro salários mínimos (algo em torno de R$ 4 mil) na época. Ganhou a causa parcialmente, mas coube recurso e a Justiça julgou improcedente, fixando o valor anterior acordado.

“O problema é que ele nunca cumpriu a decisão como foi obrigado. Quando saiu esta sentença, ele disse que não pagaria mais nada e não pagou”, conta Eva Petrella, a advogada da ex-mulher de Vampeta: “Entrei com mais dois processos e conseguimos penhorar cotas da empresa que ele tem”.

Segundo a advogada, Vampeta fez alguns pagamentos que não cobrem toda a dívida, além de ter apresentado recibos que ela garante foram adulterados: “Estamos levantando tudo o que ele alega ter pago e achamos recibos cujas datas de depósito foram rasgadas, ou seja ele apresentou os mesmos recibos de pensões pagas para comprovar pagamentos de outras, só que não foram feitos”, afirma.

De débitos retroativos, Vampeta deve R$ 82.068, 66 de pensões de agosto de 2014 a maio de 2015, outros R$ 86.573, 89 de outros meses pendentes, mais R$ 61.893,37 de pensões devidas a partir de setembro de 2018, estes pedidos num terceiro processo de execução e pedido de prisão de Vampeta, de dezembro de 2018. “O problema é que nenhum oficial de Justiça consegue encontrá-lo”, diz a advogada de Roberta.

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que nova lei amplia acesso à internet para população

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.