Ir para conteúdo principal


Estudante de 20 anos morre eletrocutada durante festival de funk

Compartilhe:

Medina
Crédito da Foto: Arquivo pessoal
A estudante de odontologia Maria Fernanda Ferreira de Lima, de 20 anos, morreu na madrugada de domingo (14/4) ao tomar um choque em uma área de acesso restrito da produção de um festival de música funk, no Rio de Janeiro. Segundo amigos, a jovem teria levado um choque ao tocar uma placa metálica usada para isolar o terreno onde acontecia o evento.

O caso aconteceu por volta das 3h30 da manhã, quando o Terreirão do Samba estava lotado para assistir apresentações de uma série de DJs. Maria Fernanda chegou a ser socorrida por equipes médicas que estavam de plantão no evento. Mas, enquanto recebia os primeiros socorros, sofreu duas paradas cardíacas e morreu antes de antes de chegar ao Hospital Souza Aguiar.

 Estudante do 1º período de Odontologia da Universidade Veiga de Almeida, Maria Fernanda era a caçula de uma família com quatro irmãs. Ela foi a festa junto com um grupo grande de amigos, que costuma sair junto para eventos na cidade.

O evento foi organizado pelo coletivo Puff Puff Bass e realizado com autorização da Secretaria municipal de Cultura (SMC) , que faz a gestão do Terreirão do Samba. Em nota, a SMC informou que está colaborando com a polícia e o local onde ocorreu o acidente passou por inspeção da policia civil na manhã deste domingo. Por sua vez, a produção do evento divulgou uma nota por redes sociais nas quais lamentou a morte da estudante universitária.

"Estamos totalmente desolados com o ocorrido e ficamos inteiramente à disposição para qualquer suporte necessário. Estamos trabalhando junto a autoridades competentes para esclarecer de fato o que provocou tal fatalidade. O dia é de extrema tristeza e de luto'', diz um trecho da nota.

Procurada, a família da jovem não se pronunciou sobre o acidente.

LEIA MAIS: Em recuperação judicial, Avianca cancela 180 voos; Salvador está na lista

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.