O advogado Danilo Garcia de Andrade deixou a defesa de Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa Neymar de agressão e estupro. Ele disse, na noite desta última segunda-feira (11/6), que "não participaria de uma ilicitude para lograr proveito econômico de quem quer que seja" e por isso não se sente mais confortável para o trabalho. No último sábado (8/6), Danilo já havia afirmado que poderia abandonar o caso, se a cliente não apresentasse as provas que diz ter contra o jogador.

Andrade ainda afirmou que "como advogado, vezes estamos pela vítima, vezes estamos pelo cliente, contudo, a opinião pública deve ser esclarecida, que a pessoa do advogado não é a pessoa de seu cliente."

Ele afirmou ainda que tomou a decisão final após a cliente o acusar de planejar um arrombamento em seu apartamento e de roubar o tablet onde estaria um vídeo mostrando o segundo encontro dela com Neymar em Paris.

Danilo Garcia de Andrade afirma que a modelo fez a acusação durante uma reunião entre eles. Segundo o representante, Najila disse que fez uma busca no dispositivo da Apple para saber a localização do Ipad e que o endereço apontado seria o do escritório do advogado. Essa teria sido a gota d'água para a renúncia.

TERCEIRO

Danilo foi o terceiro advogado a trabalhar para Najila. Inicialmente, o representante da modelo era José Edgard Bueno, com quem teve um desentendimento sobre a estratégia no caso e romperam antes mesmo do Boletim de Ocorrência ser feito. Logo depois, a escolhida foi a advogada Yasmin Portela Abdalla, que foi substituída por Danilo na última semana.

LEIA MAIS: Líder de facção criminosa morre após troca de tiros com a PM, em Itapuã

LEIA MAIS: Filha de Ivete é internada em hospital de Salvador; show é cancelado

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.