Sidnei Santos Coutinho, de 25 anos, acusado de matar a sogra a facadas foi apresentado pela polícia, na tarde desta sexta-feira (9/11), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), localizado no bairro da Pituba, em Salvador. O crime aconteceu dentro da casa da vítima, no bairro da Vila Canária, também na capital baiana, nessa quinta-feira (8/11).

Durante a apresentação, Sidnei demonstrou frieza ao revelar detalhes do crime. “Não estou arrependido”, confessou. Segundo o acusado, apesar da boa relação com a sogra, e de frequentemente receber dinheiro dela, ele e a namorada, de prenome Vanilda Coutinho Souza de Oliveira, de 49 anos, planejaram o crime por três meses e chegaram a comemorar a efetivação do assassinato. A mulher ainda está sendo procurada pela polícia.

O acusado revelou que tudo começou quando ele pediu para usar o banheiro da sogra já com uma peixeira, deferindo os golpes nela em um momento de distração. Sidnei contou, ainda, que após matar  Zenilda Coutinho, de 78 anos, roubou a quantia de R$ 3 mil, porque ele teria todas as senhas bancárias dela.

LEIA MAIS: Ônibus tem princípio de incêndio na Federação; veja vídeo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp (71) 99986-0003.