O corpo da menina de três anos que foi morta pelo primo será enterrado nesta quarta-feira (26/9), às 10h, no bairro de Pirajá, em Salvador. Sobre a possibilidade de estupro, a polícia afirmou ao Aratu Online que mesmo sem o resultado do laudo, existem indícios de abuso sexual contra a criança.

Na manhã da última segunda-feira (24/9), a mãe da criança a teria deixado em companhia do primo, de 17 anos, e de um bebê, por cerca 20 minutos. Quando voltou, o primo da menina alegou que a criança havia caído.  A vítima foi socorrida por um vizinho e foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Caetano, bairro onde aconteceu o caso, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a polícia, o adolescente de 17 anos segue apreendido e foi transferido para a vara da infância e juventude, onde aguardará julgamento do Ministério Público (MP). Caso condenado, responderá medida socioeducativa.  A previsão do resultado final do laudo da investigação é de no mínimo 30 dias.

LEIA MAIS: Adolescente é apreendido suspeito da morte da prima de 3 anos; polícia investiga

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.