A assembleia que pode decretar a greve da Polícia Militar na Bahia nesta quarta-feira (11/9) acontece no dia do aniversário do comandante geral da corporação, coronel Anselmo Brandão. O oficial, inclusive, ganhou uma festa surpresa. 

"Hoje resolvemos fazer essa homenagem ao Coronel Anselmo pelo dia do seu aniversário, em nome de todos os amigos e familiares. Toda a sociedade baiana agradece pela dedicação e liderança à frente da nossa Corporação. Muita luz em seu caminho, Comandante!", escreveu, como post surpresa, na sua rede social. 


ASSEMBLEIA 

A assembleia que pode decretar a greve é organizada pela Associação de Praças da PM (Aspra) e acontece às 15h no Clube Adelba, no bairro de Patamares. 

LEIA MAIS: Entidade não descarta greve de PM a partir desta quarta; "revolta maior que em 2014"

Um dos líderes do ato, o deputado estadual Soldado Prisco, disse em entrevista ao Aratu On na terça-feira (10/9) que a paralisação depende de toda a categoria. "É uma incógnita! Não posso dizer que vai ter ou não. A assembleia é majoritária e soberana. O desgaste hoje é pior do que em 2012 e 2014. A revolta é muito maior e não é somente dos praças", frisou.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003