Começou na manhã desta quinta-feira (29/11), o julgamento de Ângelo da Silva, 36 anos, acusado de matar a facadas sua ex-companheira, a pedagoga Helem Moreira dos Santos. O crime aconteceu, no mês de junho do ano passado, na localidade de Conceição, município de Vera Cruz. O caso, submetido a um júri popular, está sendo julgado no Fórum de Itaparica.

LEIA MAIS: MORTE DE PEDAGOGA: Companheiro confessa crime, mas fica detido por questão de segurança

Foto: Reprodução / Facebook

A vítima, à época do crime, com 28 anos, foi encontrada morta, em casa, com três golpes de faca na região do pescoço. O casal morava em cima da casa da mãe do assassino, na Rua do Chafariz, onde aconteceu o crime. Em depoimento à polícia, Ângelo confessou ter matado a sua companheira motivado por ciúmes: ele alegou ter visto um vídeo no qual ela aparece se relacionando com outra pessoa.

LEIA MAIS: PF cumpre mandados de prisão contra Pezão e assessores no Rio de Janeiro

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no www.aratuonline.com.br/lives. Nos mande uma mensagem pelo WhatsApp: (71) 99986-0003.