Foto: ilustrativa/Pexels

 

Têm se tornado comum as notícias que destacam nossa Bahia como um dos estados mais violentos do Brasil já durante um bom tempo. Há cerca de três meses, escrevi sobre esse cenário difícil diante da alta dos casos e, infelizmente, volto a tratar sobre esse tema devido a piora no número de episódios violentos. 

Na última semana, dados dos boletins de ocorrências da Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) indicaram que houve 38 assassinatos só na Grande Salvador (Salvador e Região Metropolitana) em apenas quatro dias da segunda semana de setembro.

O Atlas da Violência 2021, divulgado no dia 31 de agosto,  também trouxe números alarmantes sobre a dura realidade de insegurança enfrentada pelos baianos. Enquanto no Brasil houve uma queda de 12,6% no número de homicídios entre 2009 e 2019, a Bahia se encontra na contramão e registrou crescimento de 12,6% nesse mesmo período.

A violência em Salvador nos quatro primeiros dias da semana passada, lamentavelmente, ilustra bem os dados desse último Atlas da Violência divulgado pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública. 

O levantamento também coloca a Bahia em segundo lugar, ao lado do Amapá (1°) e Sergipe (3º), entre os estados mais violentos para pessoas jovens - sobretudo homens negros. Além disso, indica que o estado registra uma taxa de 97 homicídios de jovens a cada 100 mil. 

Essa violência cotidiana gera uma cenário de guerra que provoca mortes tanto de pessoas envolvidas em atividades marginais como de inocentes e até mesmo membros das forças de segurança pública. Em apenas nove meses deste ano, por exemplo, o número de policiais mortos na Bahia já é maior do que o total registrado no ano passado.

Obviamente, além de uma política de segurança pública ineficiente, chegamos a este caos devido a vários outros fatores de precariedade social que estão sendo intensificados com a crise da pandemia. Entretanto, como mostra os dados do Atlas da Violência, existe um crescimento nos números dos casos na Bahia nos últimos 11 anos. Logo, não dá para justificar esse quadro somente com os problemas causados pela pandemia. 

Na última segunda-feira (13), Rui Costa deu entrevista em uma rádio baiana e justificou as recentes mortes de PMs em conflitos com traficantes alegando a existência de um Código Penal ultrapassado e a política de facilidade no acesso às armas instituída pelo governo Bolsonaro. 

De fato, tais alegações não estão completamente equivocadas. Concordo que nosso Código Penal precisa ser modernizado e a facilidade para ter acesso a mais armas só contribui para o aumento da violência. Normas e práticas do século passado precisam ser atualizadas para se tornarem mais capazes de solucionar os problemas da nossa conjuntura atual. 

Porém, precisamos lembrar ao governador Rui que Bolsonaro iniciou o seu mandato em 2019 e os índices da violência na Bahia já estavam ruins muitos anos antes dessa política atual do governo federal. Assim como, mesmo com esse Código Penal necessitando de modernização, existe uma redução no número de homicídios em outros estados brasileiros nos últimos 11 anos.

É lógico que mudanças estruturais no âmbito das diretrizes e normas federais são indispensáveis. Mas, é preciso existir um esforço interno minimamente capaz de colocar a Bahia num trilho que traga mais segurança para sua população. Se outros estados e regiões do país têm alcançado redução nos índices de violência, o nosso estado também pode melhorar esse quadro de segurança pública. 

Portanto, algo nos diz claramente que não estamos no caminho correto para construção de uma Bahia que traga segurança, dignidade e preserve vidas. Não é só o Código Penal brasileiro que precisa ser reformulado, Rui Costa. Existe também uma urgente necessidade de reformulação do modus operandi que conduz a política de segurança pública na Bahia nos últimos 15 anos. 

Ninguém suporta mais essa desorganização da segurança pública que promove muita violência, escândalos de corrupção e pouca preservação de vidas. O momento pede um debate sério com especialistas, pesquisadores e agentes sociais que estudam esse tema para formularmos novas alternativas de segurança que nos tire dessa triste realidade. Se todos os estados brasileiros têm melhorado esses números da violência urbana, por que nós não conseguimos? Fica a reflexão.

*Este material não reflete, necessariamente, a opinião do Aratu On.

Ativista pela redução das desigualdades, filha mais velha de quatro irmãos e fundadora do Move Bahia. Essa é Isabela Sousa, uma jovem de Campinas de Pirajá que cresceu sentindo na pele as dificuldades de uma realidade periférica de Salvador. Hoje, é uma formanda em Direito que sonha pela igualdade de oportunidades e tem a educação como pilar das transformações que a sociedade precisa. Aos 25 anos, Isabela já foi embaixadora do movimento Mapa Educação, é Líder Estadual do Movimento Acredito e representou o Brasil no maior congresso de jovens líderes do mundo, o One Young World, em Londres.

Instagram: @isabelasousaba

Notícias Relacionadas

Não é um portal! É a vida ao vivo, em tempo real! O Aratu On é uma plataforma focada na produção de conteúdo audiovisual, que fala da Bahia e dos baianos para o Brasil e para o mundo. Aqui, a notícia é no tempo presente.

Fotos do Instagram

É oficial: as irmãs Simone e Simaria Mendes anunciaram nesta quarta-feira (18/8) o término das atividades da dupla. As “Coleguinhas” estavam com a relação estremecida desde o mês de junho, após uma série de desentendimentos.

Leia o comunicado abaixo, na íntegra:

"Em respeito aos fãs, amigos e parceiros, Simone e Simaria comunicam oficialmente que as atividades da dupla estão encerradas. As artistas seguem, a partir daqui, em carreira solo.

Reiteramos que todos os compromissos de shows já contratados até a presente data serão pontualmente cumpridos por Simone.

“Me afastarei temporariamente dos palcos para cuidar dos meus filhos e da minha condição vocal. Sigo cumprindo meus compromissos de publicidade e planejando os próximos passos da minha carreira artística. Aos nossos fãs, todo o meu carinho, amor e gratidão, vocês são o meu combustível para seguir adiante”, diz Simaria.

Simone completa: “A minha vontade de estar nos palcos é imensa e preciso fazer aquilo que amo! Seguirei cantando e levando toda a minha alegria e amor para os fãs de todo o Brasil. Em breve estarei de volta aos palcos e conto com o apoio, carinho e energia de vocês nessa minha
nova trajetória”.

As artistas agradecem a todos pela compreensão e esclarecem que essa pausa se fez necessária para a definição dos próximos passos de suas carreiras"Uma criança de dois anos de idade precisou ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros após ficar presa dentro de uma máquina de pelúcias em um shopping no Rio de Janeiro. O caso aconteceu na última terça-feira (16/8), e foi compartilhado pela mãe do garoto em uma rede social.

O garoto, de nome Samuel, causou um verdadeiro alvoroço no shopping após entrar na máquina com os brinquedos. A mãe do menino contou que ficou desesperada quando viu o filho preso, e que começou a achar graça da situação após um tempo.

Ela filmou o incidente e compartilhou em uma rede social. O menino arteiro foi resgatado por seguranças do estabelecimento, e ninguém ficou ferido na ocorrência. O pequeno Samuel, ganhou as redes sociais pela traquinagem aprontada e o sorriso estampado por estar no meio dos brinquedos.

#AratuOnDe acordo com o Google Trends, houve um aumento de 43,3% no volume de buscas por “hair transplant”, neste período de pandemia e, segundo dados da International Society of Hair Restoration Surgery (SHRS), houve um reajuste no preço das cirurgias da ordem de 65% entre 2014 e 2021, dados que só tendem a crescer nos próximos anos.

O transplante capilar - expressão hoje considerada mais adequada que “implante” - passou por uma metamorfose expressiva. As técnicas atuais deixam cicatrizes quase imperceptíveis e um resultado mais natural, mesmo na linha da testa, onde, no passado, era fácil detectar o “cabelo de boneca” dos recém-transplantados.

Quem aproveitou o momento e "fez a cabeça" foi o apresentador da TV Aratu, Pablo Reis. O jornalista realizou o método mais recente descrito por uma sigla em inglês, FUE (na tradução, “extração da unidade folicular”).

Confira o vídeo completo em www.aratuon.com.br ou em nosso canal no youtube Originais Aratu On

#AratuOnA Fundação Hemoba alerta para o estoque crítico de sangue e plaquetas diante da alta demanda nos hospitais do estado. Há uma necessidade maior no momento para os tipos sanguíneo A-, B+, O- e O+. São várias situações em que as pessoas necessitam da transfusão: quando sofrem lesões graves, se submetem a cirurgia e estão recebendo tratamento contra câncer ou outras doenças, como a anemia falciforme e, em casos raros, a dengue hemorrágica. 

A Hemoba convida os doadores voluntários para atender a demanda por transfusão de sangue e plaquetas. Na Bahia, são 27 unidades fixas de coletas, sendo seis na capital e 21 no interior. Em Salvador, o Hemocentro Coordenador (Av. Vasco da Gama) recebe os doadores de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h às 12h30. 

Nos shoppings Salvador e Salvador Norte, o atendimento ocorre de segunda-feira a sábado, das 9h às 18h; nos hospitais do Subúrbio e Ana Nery, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. Já no Hospital Irmã Dulce, a coleta funciona de segunda a sexta-feira, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h. Para conferir o horário de atendimento no interior do estado, acesse o site: http://hemoba.ba.gov.br/ 

#AratuOn #HemobaO presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), irritou-se com o youtuber Wilker Leão e o puxou pela gola da camiseta na portaria do Palácio da Alvorada nesta quinta-feira (18/8).

De acordo com o portal G1, no início da manhã, antes de ir à Base Aérea, Bolsonaro parou o comboio para conversar com apoiadores. Começou, então, a ser questionado por Leão. O youtuber chamou o presidente de “vagabundo”, “covarde”, “safado” e “tchutchuca do Centrão”. Bolsonaro saiu do carro e foi atrás do influenciador.

Bolsonaro entrou no carro oficial para seguir para sua agenda de campanha eleitoral, mas, com a aumento dos xingamentos, acabou saindo do veículo e foi em direção a Leão. O presidente disse que queria falar com o youtuber e tentou pegar o celular dele, mas acabou puxando o homem pela gola da blusa, depois no braço dele.

Em meio à confusão, os seguranças do presidente tiraram Leão de perto de Bolsonaro. Depois do episódio, Bolsonaro conversou com ele por alguns minutos e foi para a Base Aérea. O presidente faz campanha eleitoral em São José dos Campos (SP). Leão ainda permaneceu no local e conversou com outros apoiadores.

#AratuOn #Bolsonaro“Gosto muito de novinha”. O caso do vereador Gabriel Monteiro, do PL do Rio de Janeiro, voltou a ganhar destaque na mídia. Em novo áudio que circula nas redes sociais, Monteiro admitiu que mantém relações sexuais com menores de idade. O vereador confirmou gostar "muito de novinhas", termo usado para se referir a meninas de "16, 17 aninhos". 

A gravação mostra o parlamentar conversando com um interlocutor sobre boatos na Barra da Tijuca e em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Ao ver imagens de uma garota, Gabriel emenda: "Meu bebê, cara. Você vai conhecer ela hoje". 

A gravação mostra o parlamentar conversando com um interlocutor sobre boatos na Barra da Tijuca e em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Ao ver imagens de uma garota, Gabriel emenda: "Meu bebê, cara. Você vai conhecer ela hoje". 

Em outro áudio, o vereador fala supostamente sobre uma jovem de 16 anos, que seria atleta de levantamento de peso. 

Para o vereador Chico Alencar (Psol), relator do processo contra o parlamentar na Câmara Municipal do Rio e que já teve acesso ao material, trata-se da "voz inconfundível do Gabriel". "Parece que isso era um prazer dele, uma obsessão".

#AratuOn #GabrielMonteiroA cantora Roberta Miranda, de 65 anos, contou que se define sexualmente como "trissexual", pois sentiria atração por pessoas de três gêneros diferentes. Em entrevista para o Metrópoles, a sertaneja afirmou que teve um relacionamento com Luz Del Fuego, famosa travesti que se apresentava enrolada em uma cobra.

"Não sei se meu negócio é menino, se é menina ou se é travesti. Eu namorei um travesti. Ali tinha completo – metade homem, metade mulher. Quem come de tudo não passa vontade", definiu.

A artista revelou era apaixonada por Luz, mas teve medo do preconceito que enfrentaria em família. "É algo que preciso quebrar. É um assunto que me pega muito. Pais e irmãos foram impiedosos comigo, então eu não sabia por onde correr e o que fazer", afirmou.

A "versatilidade" de Roberta já tinha sido comentada em uma entrevista no Lady Night, com Tatá Werneck. "Quem come de tudo não passa fome? O que você quis dizer com isso?", perguntou a apresentadora. 

"A Roberta é trissexual. Está acima de tudo. Eu nunca contei para ninguém no mundo. Em nenhuma televisão. Eu já namorei uma travesti. As pessoas perguntam tudo. Roberta você é hétero, é homossexual? É bi? Eu sou além de tudo isso. Isso é muito pequeno para Roberta", disse. Na ocasião, Roberta Miranda foi bastante aplaudida pela plateia após a revelação bombástica. 

#AratuOn #RobertaMirandaNa tarde desta quarta-feira (17/8), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu, por unanimidade, pela a suspensão do uso obrigatório de máscara facial em aeroportos e aeronaves do Brasil. A proteção foi implementada em dezembro de 2020, no auge da pandemia da Covid-19 no país. 

Para eles, a máscara ainda é nescessária em espaços públicos fechados, mas deixa de ser obrigatória. De acordo com os técnicos, os uso da mesma passa de uma medida de saúde coletiva para um “compromisso de responsabilidade individual”. 

A medida passa a valer quando a decisão for publicada no Diário Oficial da União. O relator do processo, o diretor Alex Machado Campos, pediu ao diretor-presidente da Anvisa para que isto ocorra ainda hoje.

A obrigatoriedade de máscaras faciais em aeroportos já foi debatida pela Anvisa em outras reuniões deste ano, mas tinha sido mantida até então.

Em 22 de maio, por exemplo, a agência permitiu que os serviços de alimentação a bordo das aeronaves fosse retomado, mas não suspendeu o uso obrigatório de máscaras. De acordo com o Jornal de Brasília, a Anvisa alegou nesta quarta que a mudança de posicionamento sobre o tema foi motivada em partes pela portaria emitida pelo Ministério da Saúde em 22 de abril, que declarou o encerramento da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) pelo novo coronavírus. Também foram considerados o cenário internacional da pandemia, o comportamento sazonal do vírus, a quantidade atual de mortes diárias e a capacidade de atendimento na rede pública de saúde.

Segundo os membros da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, há uma estabilização com tendência de queda no cenário epidemiológico da Covid no Brasil e, após reunião com epidemiologistas e infectologistas, as projeções não apontaram que a suspensão da obrigatoriedade de máscaras não teria impacto no número mortes pelo coronavírus.

#AratuOnEsta quinta-feira (18/8) é o último dia para requerimento, alteração ou cancelamento da habilitação para votar em trânsito ou em seção distinta da origem nas Eleições 2022. Os pedidos devem ser feitos pessoalmente nos cartórios eleitorais. A eleitora ou o eleitor deve estar munido de um documento oficial com foto e deve indicar o local onde pretende votar no dia do pleito.

Segundo o artigo 233-A do Código Eleitoral e a Resolução TSE nº 23.669/2021, existem duas possibilidades de voto em trânsito: quem estiver fora de sua cidade, mas no mesmo estado, poderá votar para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital. Já os que estiverem em outro estado poderão votar apenas para presidente da República.

Não há voto em trânsito no exterior, somente no território nacional. No entanto, quem tem o título de eleitor cadastrado em outro país e estiver no Brasil poderá, sim, votar na eleição, também apenas para presidente da República.

A votação em trânsito acontece somente em ano de eleições gerais, em locais de votação convencionais ou criados para essa finalidade, nas capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores. Vale lembrar que é preciso estar com a situação regular no cadastro eleitoral. Quem estiver com o título cancelado ou suspenso não pode votar

#AratuOn
Ver Mais