AO VIVO Últimas Notícias
25/02/2023 08h43 | Atualizado em 25/02/2023 08h59

Fuzil e sete pistolas são apreendidos com grupo que fez família refém na Engomadeira

Com a quadrilha foram apreendidos o fuzil, as sete pistolas, cerca de 15 carregadores com munições, diversas porções de maconha, cocaína e dinheiro.

Fuzil e sete pistolas são apreendidos com grupo que fez família refém na Engomadeira Foto: divulgação/SSP-BA
Dinaldo Santos

Um fuzil calibre 5,56, sete pistolas e diversos carregadores foram apreendidos na noite desta sexta-feira (23), durante ações realizadas na região da Engomadeira. Sete criminosos foram presos após invadirem uma residência e fazerem uma família refém.

Policiais reforçavam a segurança na região da rua Bahia, quando encontraram homens armados, que atiraram ao fugirem das guarnições para a Baixinha da Engomadeira. Parte dos criminosos se escondeu em uma das residências onde estava uma idosa.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais foi acionado e conduziu as negociações que duraram cerca de duas horas. Sete homens se entregaram, mas um disparou contra os policiais e acabou ferido. Ele foi socorrido para o Hospital Roberto Santos, mas não é resistiu.

De acordo com o coronel Antônio Carlos da Silva Magalhães, comandante do CPR Central, informações preliminares revelaram que o fuzil apreendido com o grupo foi usado na ação que culminou na morte da advogada Saadya Gomes Duarte Rosemberg, na segunda-feira (20/2).

Com a quadrilha foram apreendidos o fuzil, as sete pistolas, cerca de 15 carregadores com munições, diversas porções de maconha, cocaína e dinheiro.

Participaram da ação os Comando de Policiamento Regional (CPR) Central, Rondesp Central e da 23ª Companhia Independente de Polícia Militar, o Comando de Policiamento Especializado (CPE), com os Batalhões de Polícia de Choque e de Operações Policiais Especiais (BOPE).

LEIA MAIS: Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no InstagramFacebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 – 7440. Nos insira nos seus grupos!